A melhor proteção contra a Febre Amarela é a vacina

0
152

O esquema completo da imunização contra a febre amarela, recomendado pelo Ministério da Saúde no Brasil, consiste em duas doses da vacina, tanto para adultos como para crianças, que devem receber as duas doses da vacina aos nove meses e aos quatro anos de idade. Para crianças maiores de cinco anos, adolescentes e adultos não vacinados anteriormente, a orientação é administrar uma dose da vacina e outra dose de reforço, dez anos depois da primeira, explica Marco Aurélio Safadi, professor de Pediatria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e coordenador da Equipe de Infectologia Pediátrica do Hospital Sabará.

Atualmente, no Brasil só há casos de febre amarela silvestre. A doença não é contagiosa, ou seja, não há transmissão de pessoa a pessoa. É transmitida somente pela picada de mosquitos infectados com o vírus.

Identificando quem realmente precisa ser vacinada:

O Ministério recomenda a vacinação nas ações de rotina dos programas de imunizações (Calendário Nacional de Vacinação), e deve ser aplicada em residentes da Área com Recomendação de Vacina  e em viajantes que se deslocam para essa área. Nestes casos, a vacina deve ser administrada pelo menos 10 dias antes da viagem, no caso de primeira vacinação. O prazo de 10 dias não se aplica no caso de revacinação.

Sintomas

Os sintomas iniciais da febre amarela incluem febre de início súbito calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Os meses de dezembro a maio são o período de maior número de casos com transmissão considerada possível em grande parte do Brasil.

Orientações para a vacinação contra febre amarela para residentes em área com recomendação da vacina ou viajantes para essa área.

DEIXE UMA RESPOSTA