Como manter a amamentação após a volta ao trabalho

0
576

Para manter a amamentação após a volta ao trabalho é necessário amamentar o bebê pelo menos 2 vezes por dia, que pode ser de manhã e à noite. Além disso, deve retirar-se leite materno com uma bombinha, mais duas vezes por dia, para manter a produção de leite.

Por lei, a mulher também pode sair 1 hora mais cedo do trabalho para amamentar, assim que chegar em casa e também pode utilizar a hora do almoço para comer em casa e aproveitar para amamentar ou tirar o leite no trabalho.

Algumas dicas simples para manter a amamentação após a volta ao trabalho podem ser:

  • Escolher a forma mais confortável para retirar o leite, que pode ser manualmente ou com bombinha manual ou elétrica;
  • Retirar leite uma semana antes de iniciar o trabalho, assim quem tomar conta do bebê pode dar leite materno na mamadeira, se for necessário;
  • Usar blusas e sutiã de amamentação com abertura na frente, para ser mais fácil retirar o leite no trabalho e amamentar;
    Beber 3 a 4 litros de líquidos por dia como água, sucos e sopas;
  • Comer alimentos ricos em água como a gelatina e alimentos com energia e água, como a canjica.

Para conservar o leite materno pode-se colocar o leite em frascos de vidro esterilizados e guardar na geladeira por 24 horas ou no freezer por 15 dias. Deve colocar-se no frasco etiquetas com a data do dia em que se retirou o leite, para usar primeiro os frascos que estão guardados à mais tempo.

Além disso, quando se retira o leite no trabalho deve ser guardado na geladeira até o horário de ir embora e depois transportado em bolsa térmica. Se não for possível guardar o leite, deve-se jogá-lo, mas continuar tirando leite porque isso é importante para manter a produção do leite. Saiba mais sobre como guardar o leite em: Conservação do leite materno.

Segue-se um exemplo de como fazer a alimentação do bebê por volta dos 4 – 6 meses, quando a mãe volta para o trabalho:

1ª refeição (6h-7h) – Leite materno

2ª refeição (9h10h) – Maçã, pera ou banana em purê

3ª refeição (12h-13h) – Purê de legumes como o de abóbora, por exemplo

4ª refeição (15h-16h) – Mingau sem glúten como mingau de arroz

5ª refeição (18h-19h) – Leite materno

6ª refeição (21h-22h) – Leite materno

É normal que o bebê perto da mãe recuse a mamadeira ou outros alimentos porque prefere o leite materno, porém quando não sentir a presença da mãe torna-se mais fácil aceitar outros alimentos. Saiba mais sobre a alimentação em: Alimentação do bebê dos 0 aos 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA