Como ajudar o bebê com Síndrome de Down a sentar e andar

0
412

Para ajudar o bebê com Síndrome de Down a sentar e andar mais rápido, deve-se levar a criança para fazer fisioterapia desde o terceiro ou quarto mês de vida até por volta dos 5 anos de idade. As sessões geralmente são realizadas 2 ou 3 vezes por semana e nelas são realizados diversos exercícios disfarçados de brincadeiras que tem a finalidade de estimular precocemente a criança para que ela consiga segurar a cabeça, rolar, sentar, ficar de pé e andar mais rápido.

A criança com síndrome de Down que faz fisioterapia motora geralmente começa a andar por volta dos 2 anos, enquanto que a criança que não faz fisioterapia, pode começar a andar somente depois dos 4 anos de idade. Isso demonstra os benefícios que a fisioterapia tem para o desenvolvimento motor dessas crianças.

Exercícios ajudar o bebê a se desenvolver

O tratamento fisioterapêutico na Síndrome de Down deve ser individualizado porque cada criança precisa de atenção plena durante as atividade, de acordo com suas capacidades motoras e necessidade, mas alguns objetivos e exemplos de exercícios são:

  • Colocar o bebê sentado no colo e atrair sua atenção com um espelho ou brinquedo que emite sons, para ele conseguir segurar a cabeça quando estiver sentado;
  • Colocar o bebê deitado de barriga para baixo e atrair sua atenção, chamando-a pelo nome para ele olhar para cima;
  • Colocar o bebê deitado de barriga para cima com um brinquedo que ele goste muito ao seu lado para que ele possa virar para pega-lo;
  • Colocar o bebê numa rede ou num balanço, movendo-o devagar de um lado para o outro, o que ajuda a acalmar e organizar o labirinto no cérebro;
  • Sentar no sofá e deixar o bebê no chão e depois atrair sua atenção para que ele queira se levantar, apoiando o peso do corpo num sofá, o que fortalece suas pernas para que possa andar.

DEIXE UMA RESPOSTA