3 exercícios ideais para quem passou dos 60 anos

0
215

Se você já passou dos 60 anos e não faz exercícios por falta de motivação ou por medo de que o corpo não dê mais conta do recado, precisa rever seu conceito e mudar de opinião agora mesmo. Nessa etapa da vida, tanto homens quanto mulheres sofrem alterações no corpo, que os deixam mais propensos a sentirem dores, rigidez muscular e mais cansaço do que os mais jovens. Por isso, escolher o exercício certo para as características do seu corpo é uma ótima alternativa para continuar (ou começar) a fazer atividades físicas, favorecendo a saúde e a qualidade de vida.

De acordo com a educadora física Francini Vilela Novais, coordenadora do Centro de Estudos do Envelhecimento, da Unifesp, os exercícios para quem tem mais de 60 anos devem buscar melhorar quatro “pilares” que, além de aumentar a saúde e evitar doenças, ainda diminuem as chances de quedas, falta de equilíbrio e fraqueza nas pernas. “Quem chega à terceira idade, independentemente de sua condição física, deve buscar exercícios que melhorem a parte aeróbica, a flexibilidade, o fortalecimento dos grandes complexos musculares e o equilíbrio do corpo”, diz Francini Vilela. Com tantos benefícios, é hora de escolher a opção mais adequada. Veja, abaixo, 4 exercícios para quem passou dos 60 anos:

Natação

Nadar faz bem porque queima calorias, trabalha intensamente a parte aeróbica e fortalece os músculos, além de proteger as articulações, ajudando a tratar doenças como artrite e osteoartrite. “A natação, e também a hidroginástica, são exercícios muito bons para trabalhar a circulação sanguínea e a respiração”, diz o fisiologista do esporte Paulo Correia, da Unifesp.

Corrida

Correr traz muitos benefícios para o equilíbrio e para a respiração. Quem passou dos 50 ou 60 anos pode ser beneficiado por essa atividade e deve gastar no mínimo 30 minutos por dia com ela, cinco vezes por semana. “A partir dessa frequência de exercícios, os níveis de batimentos cardíacos aumentam, seguidos pela intensificação da respiração”, explica Francini. Mas é importante tomar alguns cuidados para não prejudicar a saúde.

Bicicleta

A bicicleta é um bom exercício nessa etapa da vida. Ela trabalha a parte aeróbica, o equilíbrio e o fortalecimento dos músculos das coxas e da panturrilha. “Pedalar é um exercício bem específico, que fortalece os músculos da perna e dos quadris. Esses músculos são importantes para a manutenção de uma rotina saudável do idoso”, diz o fisiologista.
Musculação na academia

Busque exercícios que fortaleçam as pernas e os músculos da cintura. Porém, o mais importante é dar mais enfoque à repetição do que ao peso, já que uma carga maior pode causar dores nos músculos e prejudicar as articulações. De acordo com Francini, além do fortalecimento dos principais grupos musculares, exercícios feitos na academia favorecem a respiração e a circulação sanguínea.

DEIXE UMA RESPOSTA