Há séculos que o homem anda a cavalo. Inicialmente o cavalo era usado como meio de locomoção e teve um grande papel nas antigas lutas de conquista de territórios. Com o passar do tempo o cavalo começou a ganhar outros papéis.

Hoje em dia, andar a cavalo é uma atividade de lazer, que deu origem a várias modalidade esportivas. A equitação é um exemplo disso. Além de trazer vários benefícios para a saúde, andar a cavalo é elemento de terapias para pessoas com problemas motores e psicológicos.
Andar a cavalo traz diversas recompensas para a sua saúde. Vai ficar surpreendido.

Alivia o estresse: Relações com animais ajudam a diminuir a pressão arterial e os hormônios que geram o estresse. Para além disso, o exercício físico é também um prática associada ao alívio de estresse e agitação. Andar a cavalo não é apenas uma prática de prazer. Esta atividade pode ser praticada regularmente, sendo um esporte reconhecido.

Fortalece a massa óssea: Quando monta o equipamento necessário para montar a cavalo está a exercitar a sua massa óssea, com exercícios de peso.

Ajuda na digestão: Tal como andar a pé, andar a cavalo aumenta os estímulos nos órgãos internos e consequentemente melhora a função digestiva e hepática.

Fortalece os músculos: Quando anda a cavalo está a trabalhar vários músculos do seu corpo, sobretudo nos braços, nos glúteos e nas pernas. Além disso existem várias tarefas associadas a esta prática que ajudam a mantê-lo ativo, como a higiene, a preparação e a alimentação dos cavalos.

Fortalece a coluna: Contrariamente ao que muitos dizem, andar a cavalo não faz mal à coluna. Pelo contrário, quando monta a cavalo precisa estar sempre ereto e equilibrado. Só mantendo uma postura correta é que se consegue controlar os movimentos do cavalo.

Atua na personalidade: Andar de cavalo ajuda a mantê-lo em contato com a natureza, aspecto fundamental para que se sinta bem e livre. Além disso, montar a cavalo dá-lhe auto-confiança, ao ser responsável pelos movimentos do animal.

DEIXE UMA RESPOSTA