A pesquisa, publicada no periódico Stress and Health, analisou 246 estudantes universitários. Eles ficaram livres para acariciar e brincar com até 12 cães e foram submetidos a questionários antes e depois da sessão. As perguntas foram reaplicadas 10 horas após a interação com os animais para ver se os níveis de stress ainda estavam controlados.

Resultado: os voluntários alegaram estar muito mais relaxados, felizes e dispostos em comparação com o grupo que não passou pela experiência. De acordo com Stanley Coren, coautor do estudo e professor de psicologia na UBC, os efeitos foram surpreendentes. “Descobrimos que, até 10 horas depois, os alunos apresentaram emoções menos negativas, se sentiram mais apoiados e menos estressados”, afirma o expert.

A intenção dos pesquisadores é mostrar que a terapia com cachorrinhos pode ser positiva em universidades dos Estados Unidos – inclusive, o recurso já é utilizado em algumas delas (os cães são usados para distrair os alunos em semanas de provas). “Nossas descobertas sugerem que esse tipo de abordagem possui um efeito positivo mensurável sobre o bem-estar dos alunos”, destaca a autora Emma Ward-Griffin.

Apesar de o estudo ter sido realizado só com estudantes, ele é uma prova de que seu companheiro de quatro patas pode trazer muitos benefícios para sua saúde. E você, já brincou com seu pet hoje?

DEIXE UMA RESPOSTA