Alimentos que viciam mais que Cocaína

0
87

Deliciosos, alguns deles podem trazer consequências que vão muito além de alguns minutos de prazer.

Se você está inserida no grupo de pessoas que faz cara feia quando vê um prato de salada e sente uma alegria imensa ao se deparar com uma embalagem congelada de fast food, cuidado: Você pode estar viciada em alimentos que podem te fazer tão mal quanto o álcool e drogas ilícitas pesadas.

Já nos primórdios da humanidade, o nosso cérebro aprendeu a nos manipular para conseguir mais calorias, nos oferecendo, como recompensa, sensações de prazer e felicidade.

Como a saída para a caça não era garantia de fartura de carne no fim do dia, o cérebro dos nossos ancestrais adaptou-se a fazer o organismo estocar e desejar cada vez mais gordura para os períodos de pouca oferta de comida.

 

1 – Chocolate

Sabemos o quanto é difícil resistir a uma barra aparentemente inofensiva de chocolate, principalmente quando os sintomas da TPM começam a aparecer e bate aquela ansiedade.

Docinho e de aroma inebriante, o chocolate tem um poder de trazer uma sensação de relaxamento e alegria, como nenhum outro alimento.

Intrigados com o poder dessa iguaria, cientistas pesquisaram a fundo suas propriedades e descobriram que o chocolate causa o mesmo efeito de calma e tranquilidade no cérebro que alguns medicamentos psiquiátricos.

Os responsáveis por isso são as doses cavalares de triptofano, aminoácido derivado do leite, e de feniletilamina, proveniente do cacau.

Ficou chocada? Pois saiba que, além da leve dopagem, as grandes quantidades de açúcar e gordura existentes no chocolate fazem dele uma bomba de calorias, capaz de fazer o seu cérebro implorar o tempo todo por mais um pedacinho.

 

2 – Sorvete

Refrescante, doce e viciante. Este é o sorvete, sobremesa preferida de quem vive em países com verões escaldantes, como o Brasil.

O sorvete, assim como o chocolate, pode viciar porque é um alimento processado à base de gordura e açúcar, que te dão uma deliciosa sensação de relaxamento, resultado da ação do triptofano (olha ele aí de novo), da dopamina (substância que dá sensação de recompensa e bem-estar) e das gorduras saturadas, que liberam altas doses de insulina e açúcar no sangue, fornecendo muita energia para o cérebro, em pouquíssimo tempo.

O lado ruim de tudo isso? Muitas calorias, que podem resultar em obesidade e outros problemas graves, como artrite e diabetes.

Além disso, os ingredientes do sorvete estimulam o aparecimento de substâncias opioides no corpo, que são responsáveis por nos sentirmos eufóricos e acelerados.

Sabendo disso, fica fácil entender porque o seu cérebro sempre vai dar um jeito de te deixar com uma vontade incontrolável de correr até a sorveteria.

 

3 – Massas

A farinha integral é a base de todos os pratos típicos da Itália que nós mais amamos:

pizza
lasanha
nhoque
macarrão
…e mais uma infinidade de delícias que, só de lembrar, já aguçam a vontade.

Por serem ricos em carboidratos, liberam muita energia no organismo, te dando aquela alegria indescritível enquanto saboreia cada garfada e, por isso mesmo, viciam.

A insulina liberada no sangue, com a digestão dos carboidratos, pode gerar problemas graves como diabetes e doenças hepáticas. Além disso, o carboidrato desses alimentos é digerido em uma grande velocidade, o que bloqueia o comando de saciedade para o cérebro, te deixando faminta novamente em pouco tempo e pronta para mais uma rodada de pizza.

 

4 – Pão Francês

Pãozinho quente de manhã é tudo de bom, mas também tem o poder de viciar você. Assim como as massas, o pão é à base de carboidratos simples obtidos pela farinha de trigo, que libera altas taxas de energia e insulina no sangue e deixam o seu cérebro sempre pedindo mais.

Por serem digeridos com rapidez e devorados em poucas mordidas, os pães são uma armadilha para o autocontrole, ou seja, quando menos esperar, você já comeu dois ou três de uma vez, sem perceber.

 

5 – Chicletes

Os chicletes, assim como as balas e os pirulitos são pacotinhos de energia portáteis que agradam o seu cérebro de maneira rápida e sem esforço e, por isso, viciam. Isso porque, a base dessas guloseimas é açúcar que, como já destacamos, acelera o fornecimento de energia e te fazem se sentir muito bem.

Por causa do açúcar, esses docinhos, quando consumidos em excesso, prejudicam os dentes e podem ser a gota d’água para o aparecimento de doenças como a diabetes, devido ao forte acúmulo de insulina no organismo.

DEIXE UMA RESPOSTA