Montar a árvore de Natal, além de algo divertido e capaz de reunir toda a família, pode ser, também, um exercício cheio de significados. É que, na tradição natalina, o Tempo do Advento – ou seja, o período relativo às quatro semanas que antecedem o dia de Natal – é uma época de preparação e espera, que dura até a véspera. Decorar a casa, é claro, também faz parte do processo.

Edvaldo Betioli, vigário paroquial da Paróquia Santo Antônio de Lisboa (SP), pontua que não há um dia certo para se montar a árvore. Entretanto, a Igreja tende a respeitar o que eles chamam de ano litúrgico: “O ano da igreja é diferente do ano civil – ele começa no Advento e termina no último domingo de novembro. Assim, o primeiro domingo do advento, que é quando costumam montar a árvore e o presépio, é o primeiro domingo do ano litúrgico”. Em 2017, portanto, a data corresponderá ao dia três de dezembro.

Já que é para seguir a tradição, o ideal é que a decoração seja colocada aos poucos – sempre tomando como ponto de partida o primeiro dia do Advento.

Conforme o Natal for se aproximando, o cenário passa a ficar cada vez mais completo. “Por exemplo, no presépio, pede-se que os três Reis Magos sejam colocados somente após o Natal – já que, segundo o catolicismo, a visita dos três acontece depois do nascimento de Jesus”, ensina Edvaldo.

DEIXE UMA RESPOSTA