13 MANEIRAS PARA ESTIMULAR SEU BEBÊ A FALAR

0
91

Ter um filho é algo que muda a vida de qualquer pessoa, e ver seu pequeno crescendo e aprendendo coisas novas é realmente especial.

Pais e mães descobrem com o tempo que podem ajudar os seus pequenos a evoluir. Uma dica é estimular seu bebê a falar, seja por meio de estorinhas ou conversas com a criança, os adultos podem contribuir para que esse processo se desenvolva com mais rapidez.

1. Dê nome as atividades do bebê

Os bebês quando nascem não sabem nada do mundo e vão aprendendo através das suas atividades cotidianas, como comer e tomar banho. Os pais devem prestar atenção para nomear tudo o que o pequeno faz.

Durante o momento do banho é bom dizer para o bebê “Você está na sua banheira tomando banho”. A partir do momento que a criança começa a ingerir alimentos sólidos é importante dizer a ela o nome de cada item da refeição.

2. Nomear partes do corpo

Além de nomear o que cerca o seu bebê, é essencial dar nome também as partes do seu corpo. Você pode criar momentos lúdicos com a criança em que brinca de dar beijos no pequeno e lhe diz “estou beijando seu pé” ou “estou beijando sua barriga”.Com o tempo o bebê vai assimilando que algumas palavras se relacionam a certas partes do corpo.

3. Conversar com o bebê ainda no ventre

Você sabia que a partir da 24ª semana de gravidez o pequeno já pode ouvir a voz da mãe assim como os batimentos do seu coração?

É interessante acostumar o pequeno ao som da sua voz – algo que pode ser precioso para acalmá-lo – e também começar a criar conversas. A criança já nasce entendendo a dinâmica de conversa.

4. Converse com o seu bebê todos os dias

Depois que o bebê nascer, continue com o hábito de ter conversas com ele, pois isso reforçará a dinâmica dos pais dizerem algo e o pequeno responder.

É bom que pessoas diferentes conversem com o pequeno, pois assim ele percebe que falar é algo comum e aprende diferentes formas de expressão de linguagem. Entabular conversações em que existe um questionamento e uma resposta é uma maneira de manter diálogos. Deixe a criança observar os movimentos que a sua boca e os seus lábios fazem durante as conversas.

5. Cantar músicas infantis para o seu bebê

Os adultos podem até se cansar de músicas que falam sobre animais de uma fazenda ou sobre partes do corpo, mas para os pequenos é fundamental para o seu desenvolvimento. Além de deixar que as crianças assistam infinitas vezes DVDs de músicas infantis, é bom cantar essas músicas para a criança. O cantar reforça as diferentes entonações e formas de se expressar. Essas canções infantis ainda oferecem a possibilidade de nomear partes do corpo e nomes de ações.

6. Ouvir músicas de adultos

Deixar o pequeno ouvir as suas músicas preferidas também é uma maneira de ajuda-lo a assimilar, o máximo possível, as formas de linguagem. Intercale as músicas infantis com algumas músicas adultas, mas tenha atenção para que as canções sejam de ritmos mais tranquilos para não agitá-lo demasiadamente. Acostume o ouvido do seu pequeno a ouvir para que você possa estimular seu bebê a falar.

7. Convivência com outras crianças

Para que o bebê consiga se dar bem no universo das palavras, é importante que ele tenha contato com outras crianças. Isso porque o pequeno não conseguirá falar como um adulto logo no início, então, ter um parâmetro de como outros pequenos se comunicam pode ajudar o bebê a encontrar a sua maneira de falar. A convivência com crianças de idades diferentes pode ser uma boa fonte de conhecimento de linguagem.

8. Elogie os esforços do seu bebê

As crianças se sentem mais inclinadas a realizar um determinado esforço quando percebem que estão tendo êxito na atividade e que os pais aprovam. Então quando seu pequeno emitir algum som – mesmo que não seja exatamente uma palavra – faça elogios, bata palmas para o pequeno. Com o tempo a criança entenderá que emitir sons, e eventualmente falar, é algo que a torna ainda mais especial para os adultos.

9. Contar histórias

As crianças adoram histórias, isso em qualquer momento da vida, mas além de ser uma forma de estimular a imaginação é também uma maneira de estimular seu bebê a falar. Já dissemos que é essencial que o pequeno descubra que existem diferentes tonalidades de voz. Tente interpretar a história que está sendo contada, crie vozes para os diferentes personagens.Seu bebê irá se divertir muito e ainda aprenderá que tem possibilidades versáteis para a sua voz.

10. Faça brincadeiras com palavras

Os pequenos aprendem por meio de repetição, então crie brincadeiras lúdicas em que você mostra objetos para ele e os nomeia. Essa atividade, se feita com frequência, ajudará a tornar os ouvidos da criança mais sensíveis as palavras e também criará assimilação de que cada item tem um nome. Conforme a criança for crescendo, você pode negociar com ela que somente dará determinado brinquedo se ela nomear o mesmo.

11. Associe sons com palavras

No início pode ser um pouco mais difícil, estimular seu bebê a falar, mas você pode tornar a fala algo potencialmente mais interessante associando sons as palavras.

Quando forem passear de carro, por exemplo, você pode ensinar a criança a associar a ideia de carro com o som que o motor produz “vrum” entre outros. Os sons, que não são necessariamente palavras, são mais fáceis de copiar pela criança num primeiro momento.

12. Ensine sinônimos

A língua portuguesa é muito rica em sinônimos, e isso pode ser passado para o seu filho logo nos estágios iniciais de aprendizagem de fala. A partir do momento que o bebê já estiver falando você pode responder as perguntas da criança com sinônimos. Um exemplo, é que um carro pode ser tanto chamado de carro como de automóvel. Assim, a criança já cresce com um vocabulário amplo.

13. Ensine palavras curtas

Para estimular seu bebê a falar, é interessante começar com palavras curtas como “sim” e “não”. O pequeno pode ter dificuldade de falar palavras muito longas, e isso pode ser frustrante a longo prazo. Para não desanimar seu filho a falar, é importante começar apostando em palavras mais curtas e fáceis de reproduzir. Associar as palavras curtas e movimentos com a cabeça, como no caso de sim ou não, também é uma excelente tática.

DEIXE UMA RESPOSTA