Olhando de perto no espelho, elas parecem até inofensivas. Tem gente que não pode ver que já quer espremer. Porém, o que você imagina que vai durar apenas alguns segundos e passar, pode lhe causar um problema bem mais grave, dolorido e até permanente.

Uma simples e eventual “cutucada” na espinha corre o risco de infecção. A seguir, conheça 6 desvantagens de se espremer espinhas e suas consequências.

1. Piorar a inflamação

Ao espremer uma espinha, você provoca uma porta de entrada para as bactérias que colonizam a sua pele para adentrarem na derme e no tecido subcutâneo, causando infecções. A prática pode causar infecções e até mesmo doenças mais graves, como meningite.

2. Sentir ainda mais dor

A atitude não faz com que a espinha desapareça. Momentaneamente pode até ser, mas na verdade só piora o quadro o que pode aumentar a inflamação e a sensação de dor. Isso porque, ao espremer, você força o pus a sair, o que machuca sua pele e a deixa com uma ferida aberta. Uma porta de entrada para outros agentes infecciosos.

3. Criar ferida prolongada

Você pode fazer com que a espinha permaneça inflamada por mais tempo. Quando você aperta e tenta extrair uma espinha, pode estar empurrando ainda mais profundamente as bactérias para dentro da pele, causando inchaço e irritação e cicatrizes vermelhas ou marrons.

4. Provocar cicatriz

Além do processo de inflamação da própria espinha, o trauma na pele de quem aperta a espinha e piora a lesão provoca vermelhidão, inchaço, cicatrizes e manchas na pele.

5. Manchar com o sol

Essa cicatriz resultante da espinha, depois de tomar sol, pode se tornar permanente e só vai deixar a pele depois de alguns tratamentos, peelings e uso contínuo de cremes. Sem contar que, após cutucar a inflamação, a pele fica ainda mais sensível e pode herdar uma mancha maior do que a da própria espinha.

6. Adquirir celulite facial (o mais grave)

Celulite facial é uma infecção bacteriana que pode causar consequências graves, caso não receba tratamento adequado. O quadro representa o acúmulo de pus que não é drenado pela pele e que se estendendo difusamente através dos tecidos moles do rosto. A infecção é grave, apresenta bastante edema do processo inflamatório e pode levar a outras complicações generalizadas, se não tratada.

DEIXE UMA RESPOSTA