Se as loiras se divertem mais, a gente não sabe. Mas que elas precisam de cuidados extras com o cabelo, a gente tem certeza! Especialmente quando a cor não vem de fábrica. “O processo de clareamento consiste no uso de produtos com pH altíssimo, que dilatam a cutícula dos fios. Eles ficam loiros, mas perdem hidratação natural e massa capilar”, explica Cris Dios, mente por trás do salão Laces and Hair, em São Paulo. Cuidado: o efeito se agrava em caso de sobreposição química, quando mechas já tingidas são retocadas.
Se você ainda não é do blonde team, fique atenta à preparação antes da transformação: o primeiro passo é fazer um diagnóstico profundo para saber se o clareamento pode ser realizado. A avaliação é feita caso a caso, mas fios muito finos e fracos, que quebram com facilidade, estão praticamente proibidos de procedimentos químicos. Para quem passar no teste, a fase pré inclui tratamento de reconstrução capilar com aminoácidos, que protege e previne a perda de estrutura capilar.

Passo a passo do loiro saudável, por Cris Dios

1. Faça uma boa hidratação e/ou tratamento de reconstrução capilar uma semana antes de clarear.

2. Opte por produtos suaves, que respeitem o meio ambiente.

3. Evite a qualquer custo o uso de chapinha (caso seja inevitável, apele para o uso de protetor térmico).

4. Tenha paciência ao desembaraçar os fios!

5. Nunca lave o cabelo sem necessidade.

6. Apare as pontas a cada dois meses.

DEIXE UMA RESPOSTA